What's happening?

Vídeo 157 Views Report Error

  • Watch trailer
  • DUBLADO
Perfeita é a Mãe 2

Perfeita é a Mãe 2

Aug. 04, 2017USA104 Min.R
Your rating: 0
7 1 vote

Sinopse

Perfeita é a Mãe 2

Amy (Mila Kunis), Kiki (Kristen Bell) e Carla (Kathryn Hahn) lidam com o stress familiar da época natalina e com as visitas de suas respectivas mães. Será que elas conseguirão jogar tudo para o alto novamente?

Crítica

Realizado com uma mixaria para os padrões hollywoodianos, Perfeita é a Mãe foi uma das grandes surpresas do ano passado nas bilheterias, arrecadando quase US$ 200 milhões mundialmente. A proposta era simples e cativante: mães que se cansam da pressão da sociedade e jogam para o alto as exigências entrando numa espiral rebelde de bebedeiras, noitadas e amor próprio em primeiro lugar.

 

Ao fim do filme resolvidas no que tange ao equilíbrio entre zelo familiar e interesses pessoais, Amy (Mila Kunis), Kiki (Kristen Bell) e Carla (Kathryn Hahn) reaparecem em Perfeita é a Mãe 2 atormentadas pelo “espírito natalino” que transforma mulheres em “criadoras do perfeito mundo mágico” e compradoras de presentes. Além da neve, a estressante época as oferece inesperadas visitas de suas respectivas mães e assim a comédia traz os problemas para dentro de casa.

Substituindo a escola das crianças pelo seio familiar como sede dos conflitos, a sequência segue exatamente a receita que deu certo anteriormente, ajustando apenas pequenos pontos, adotando o flashback e aproveitando o carisma e talento das adições Christine Baranski (como a rigorosa mãe de Amy), Susan Sarandon (como a desprendida mãe de Carla) e Cheryl Hines (como a intrusiva mãe de Kiki). Pelo tempo curto de desenvolvimento era de se esperar algo pouco inspirado, mas o filme não chega a desagradar. Pelo contrário, entra na lista das raras continuações que seguram o nível do antecessor.

 

A maternidade é mantida como tema, só que discutido agora pela relação das mães com suas mães – o que coloca as crianças em posição de menor destaque. Na teoria isso abriria espaço para questões mais adultas, no entanto na prática a elevação da idade média do elenco principal só reflete em discussões mais pesadas, mais palavrões e mais piadas de cunho sexual. Permanece bem adolescente a noção dos realizadores Jon Lucas e Scott Moore do que constitui o humor destinado ao público feminino adulto, baseada em pênis e the f word. É inegável que funciona, mas… só isso?

 

Ruth (Baranski), Sandy (Hines) e Isis (Sarandon) são basicamente versões exageradas de suas herdeiras e a ideia de pluralidade buscada na composição do trio protagonista se repete tanto em termos de personalidade, quanto de relacionamento. Uma é casada, a outra solteira convicta e a terceira ainda se adapta à viuvez. Ruth só sabe criticar a filha, que a teme; Sandy é tão grudenta quanto adorada por Kiki; e Isis faz falta na vida de Carla, facilmente manipulada via migalhas de atenção.

 

Personagem número um do primeiro filme, Amy – e consequentemente Ruth – continua tendo mais tempo de tela do que as amigas, mas a incrível Hahn é recompensada pelo talento de ter roubado todas as cenas em Perfeita é a Mãe ao adquirir importância maior na narrativa, inclusive estrelando o principal romance. Justin Hartley agrada como o objetificado bombeiro-stripper Ty Swindel, porém ao mesmo tempo em que numa forma de revanche substitui a exploração do corpo feminino pelo masculino – com direito a close no volume da sunga do galã –, Perfeita é a Mãe 2 faz uso de ultrapassadas piadas com body shaming, indicando que os cineastas ainda têm muito a aprender sobre alguns pontos que tentam reverter.

Perfeita é a Mãe 2

A iluminação que acompanha Amy é superexposta como no longa anterior, mas agora ao menos há o contrabalanço via luz fria trazida como marca pela sofisticada Ruth. A câmera é levemente instável, imitando o estilo de sitcoms, e a icônica sequência de subversão no supermercado é reencenada, desta vez num shopping center lotado. No quesito participação especial sai Martha Stewart e entra divertidamente Kenny G, apresentado como o “atual poderoso chefão do jazz”. Os pais são tão apagados quanto os pequenos e coisas ficam mal explicadas, como a mudança de figurino de Ruth após ser escorraçada e as informações que as vovós de repente revelam umas sobre as outras. Cópias dubladas têm referências bem brasileiras como um trechinho da canção “É o Amor” e o bordão de dez anos atrás “chupa essa manga”. Creio que por pouco não entrou um “se seu hobby é expulsar, tá de parabéns”.

 

Se faltam motivos realmente novos para achar graça em Perfeita é a Mãe 2, sobram química entre as protagonistas e repetições do que deu certo. O time que ganhou não foi mexido e ainda ganhou reforços especiais na exposição da universal insegurança de ser mãe. Feita na medida para quem gostou de Perfeita é a Mãe, esta divertida continuação serve tanto para o Natal, quanto para o Dia das Mães e ainda consegue deixar o primeiro filme para trás na capacidade de sensibilizar.

Perfeita é a Mãe 2
Perfeita é a Mãe 2
Perfeita é a Mãe 2
Perfeita é a Mãe 2
Perfeita é a Mãe 2
Título original A Bad Moms Christmas
IMDb Rating 5.6 45,531 votes
TMDb Rating 6.3 1,326 votes

Director

Jon Lucas
Director

Elenco

Mila Kunis isAmy Mitchell
Amy Mitchell
Kathryn Hahn isCarla Dunkler
Carla Dunkler
Susan Sarandon isIsis Dunkler
Isis Dunkler
Christine Baranski isRuth Mitchell
Ruth Mitchell
Jay Hernandez isJessie Harkness
Jessie Harkness
Peter Gallagher isHank Mitchell
Hank Mitchell
Justin Hartley isTy Swindle
Ty Swindle
David Walton isMike Mitchell
Mike Mitchell
Compartilhamento0

Títulos Similares

Um Casal Quase Perfeito 3 (2008)
Breaking News in Yuba County
A Pior Pessoa do Mundo
O Predador
Meu Ex é um Espião
Com Quem Será?
Não Olhe para Cima
2 Dias em Nova York
A Princesa e a Plebeia: Nova Aventura
American Pie: O Reencontro
Questão de Tempo
Teste de Paternidade

Deixe um comentário

Name *
Add a display name
Email *
Your email address will not be published