What's happening?

Vídeo 115 Views Report Error

  • DUBLADO
Pequeno Demônio

Pequeno Demônio

Aug. 08, 2017USA95 Min.TV-MA
Your rating: 0
10 1 vote

Sinopse

Pequeno Demônio

Gary (Adam Scott) é um homem que consegue se casar com a mulher de seus sonhos. Ainda por cima, ele tem a sorte de se tornar padrasto de um adorável menino de seis anos (Owen Atlas). O problema é que Gary descobre que o filho de Samantha (Evangeline Lily) pode ser o anticristo.

Crítica

A julgar pelos últimos lançamentos da plataforma de streaming Netflix, que incluem Death Note, Onde Está Segunda e O Nevoeiro, fica aquela amarga impressão de que o serviço se tornou um guarda-volumes para projetos mal-fadados. Nesta sexta, 1º, a estreia em destaque é a comédia de terror Pequeno Demônio, protagonizada por Adam Scott e Evangeline Lilly. Confesso que tinha poucas esperanças a respeito, principalmente devido ao fraco trailer. Ainda assim, dei a conferida pelo fato de seu diretor, Eli Craig, ter surpreendido os fãs de terror alguns anos atrás com o criativo Tucker e Dale contra o Mal. Pessoas, preciso dizer… estou orgulhoso de ter dado a chance a Pequeno Demônio.

A premissa inicial é básica: Gary (Scott) está recém-casado com Samantha (Lilly), mãe do pequeno Lucas (Owen Douglas). Desde o início, o padrasto suspeita que o garoto esconda um segredo sombrio, apenas para ser levado a acreditar que se trata do anticristo em carne e osso. Com a ajuda da melhor amiga Al (Bridget Everett, Patti Cake$), Gary começa a investigar a história por trás da existência de seu afilhado. Coisas malucas acontecem. Entregar mais que isso arruinaria o ponto do filme.

Logo de cara, as influências tomadas pelo diretor Craig ficam bem claras: os zooms lentos evocam os longas de terror da década de 70 (mais especificamente, A Profecia), enquanto o uso constante de smash cuts como transição entre cenas explicita a admiração de Craig pela obra de Edgar Wright. Nas mãos erradas, tal tipo de emulação poderia ficar forçada ou até mesmo vaidosa, porém Craig, como o cineasta inteligente que é, sabe aproveitar os estilos apenas nos momentos que os exigem. Contribuindo ainda mais para o valor estético do filme, a fotografia de Matthew Clark traz composições imagéticas muito bem trabalhadas, evocando diversos momentos icônicos de filmes de terror famosos sem criar inconsistências ou diluir a originalidade do longa.

Pequeno Demônio

Trabalhando com um roteiro assinado pelo próprio Craig (quem diria que ainda existem comédias criadas por apenas um único roteirista!), o elenco confere uma personalidade ainda maior à história. Scott (de Parks and Recreation) está carismático e suave como sempre, enquanto Lilly também entrega uma boa atuação apesar da falta de situações criativas que a envolvam. Quem rouba a cena aqui, sem dúvidas, é a comediante Everett, que faz uma bela demonstração de seu singular timing cômico, garantindo momentos hilariantes que, evitando a apelação, deixam o espectador apreciá-los de maneira natural. Além desses três, há também uma leva de boas participações, que incluem Donald Faison, o eterno Turk da série Scrubs, e o pouco visto Tyler Labine, o Dale de Tucker e Dale. Há ainda algumas pontas que vão agradar os fãs de terror e cinema no geral, mas claro que não vou entregá-las aqui.

A faceta mais surpreendente de Pequeno Demônio, contudo, é sua maturidade. Assim como Tucker e Dale, Pequeno Demônio recebeu um trailer muito aquém de seus méritos. Enquanto o caso do primeiro era um tanto mais grave, com o trailer entregando quase todos os momentos mais criativos do longa, a divulgação do segundo feita pela Netflix fez o projeto parecer um tanto juvenil demais, além de um pouco genérico. É uma pena que trailers possam influenciar tanto a disposição do público, pois Pequeno Demônio faz coisas interessantíssimas com seu conceito assim que chega em seu terceiro ato. Não vou falar exatamente o quê, mas posso afirmar que é bom ver como Craig injeta emoção de maneira tão honesta em sua comédia.

Com uma duração veloz de 94 minutos, Pequeno Demônio representa uma boa retomada de fôlego para o catálogo de originais Netflix. Sua superfície pode não dizer muito à primeira vista, mas o filme de Eli Craig é exatamente aquilo que o público casual procura em uma noite de sexta-feira: uma diversão sincera. Nesses quesitos, portanto, Pequeno Demônio é uma das surpresas mais agradáveis de 2017.

Pequeno Demônio
Pequeno Demônio
Pequeno Demônio
Pequeno Demônio
Pequeno Demônio
Título original Little Evil
IMDb Rating 5.7 19,195 votes
TMDb Rating 5.6 612 votes

Director

Eli Craig
Director

Elenco

Compartilhamento0

Títulos Similares

Sister of the Groom
Queen Bees
Café Society
A Casa que Jack Construiu
Kindred
A Hora Da Sua Morte
Let’s Scare Julie
Meu Namorado do Futuro
Breaking Fast
O Bicho Vai Pegar
Madrugada dos Mortos
Road to Red

Deixe um comentário

Name *
Add a display name
Email *
Your email address will not be published