What's happening?

Vídeo 532 Views Report Error

  • Watch trailer
  • DUBLADO
Não Olhe

Não Olhe

Oct. 12, 2018USA103 Min.TV-MA
Your rating: 0
10 2 votes

Sinopse

Não Olhe

Uma tímida e reclusa estudante de 18 anos do ensino médio é alienada por seus pais e impiedosamente rejeitada por seus colegas. Desesperada e isolada, ela confia em seu próprio reflexo – e no espelho ela encontra seu gêmeo maligno imaginado, alguém que a apóia, encoraja e conhece todos os seus desejos secretos. Quando as “garotas” trocam de lugar, a sexualidade reprimida e uma violência feroz explodem com uma perigosa sensação de liberdade.

Crítica

Maria (India Eisley) está prestes a completar 18 anos. No entanto, a chegada à vida adulta não implica nenhum senso de liberdade ou conquista social: a jovem tem pouquíssimos amigos, mantém uma relação fria com os pais, jamais teve namorados ou pretendentes, não demonstra ambições específicas para o futuro. Ao seu redor, o ambiente transpira erotismo: a única amiga, Lily (Penelope Mitchell) troca beijos e carícias com o namorado na frente de Maria; o pai (Jason Isaacs), um cirurgião plástico, venera a beleza feminina e sai com várias pacientes; a mãe, uma antiga rainha de beleza (Mira Sorvino), torce por mais intimidade com o marido; e na escola, o baile de formatura traz a obrigação velada do sexo.

 

O principal conflito da protagonista, portanto, é de ordem sexual. Um garoto ameaça-a, sugerindo a iminência do estupro, enquanto o namorado de Lily parece flertar com ela, acenando à possibilidade da relação sexual. Um dia, a garota explode, projetando no reflexo do espelho uma versão alternativa de si mesma, ou ainda seu exato oposto: Airam (o contrário de Maria, é claro), uma jovem perversa, sexualizada, cínica, violenta. Airam seria o ID para o ego de Maria, enquanto o alter-ego se encontraria no espelho, uma fronteira supostamente intransponível. No entanto, quando a jovem permite que essas duas figuras troquem de lugar, a metade reprimida é obrigada a assistir, presa no espelho como uma voyeur privilegiada, à concretização de seus desejos mais profundos.

Não Olhe se apresenta como uma curiosa fábula psicanalítica, incomum no circuito comercial. Ela dialoga com o ótimo suspense recente Por Trás dos Seus Olhos, que também se aventurava pelos desejos sexuais femininos como algo incontrolável e potencialmente assustador para os homens. Assim que Airam rouba a vida de Maria, são os homens que se apavoram: o pai, o melhor amigo e o principal inimigo se apavoram com a figura da mulher possivelmente castradora (vide a cena do bastão de hóquei). O suspense e o terror se transformam em meras ferramentas capazes de criar a ambientação e permitir a entrada de elementos fantásticos sem ruptura na verossimilhança.

Não Olhe

Por este motivo, a representação da violência é bastante branda, enquanto a nudez e o sexo ganham cenas muito mais fortes. A nudez frontal de Maria/Ariam, o sexo um tanto cru entre adolescentes e um momento de assédio no corredor da escola constituem uma ousadia às produções adolescentes de Hollywood, ao passo que as agressões surpreendem pelo aspecto fetichista: muitas explosões de violência ocorrem fora do enquadramento, através da sugestão dos sons. Uma excelente cena de perseguição sobre o gelo termina em morte sem que o agressor sequer encoste em sua vítima: tudo ocorre pela ambientação e pelas sugestões de montagem, de enquadramento, de trilha sonora. Guardadas as proporções, o diretor Assaf Bernstein apresenta a sua versão para a cena do chuveiro de Psicose, ressaltando o poder sugestivo da linguagem cinematográfica. Em paralelo, homenageia Carrie, a Estranha na cena da festa de formatura.

 

Nem tudo são flores neste exercício cinéfilo. O diretor demonstra criatividade limitada ao repetir os enquadramentos no corredor da casa e dentro do banheiro, em frente ao espelho, enquanto India Eisley revela poucos recursos dramáticos para um papel de Cisne Negro que ofereceria tantas possibilidades. As limitações da intérprete freiam o potencial narrativo de algumas cenas importantes, ainda que Eisley contracene com atores talentosos como Jason Isaacs e Harrison Gilbertson. Não Olhe jamais esconde a sua veia de filme B – devido à explicitação quase grosseira de diálogos e símbolos que outras produções apenas sugeririam -, o que cria momentos tão absurdos narrativamente quanto instigantes em termos cinematográficos e de gênero. O afrontamento da garota diante do pai, que mantém uma relação próxima do assédio com a filha, fere a noção de “bom gosto” cinematográfico ao escancarar a temática do abuso sexual de uma maneira que a maioria dos diretores preferiria evitar.

Não Olhe

A conclusão da trama pode despertar apreensão. Quando o alter-ego violento se sobrepõe por completo à versão recatada, o roteiro parece acenar à mensagem de que liberar seus impulsos seria um perigo, sendo necessário portanto praticar a repressão dos instintos de sexo e de morte. Ou seja, Maria precisaria voltar à condição de jovem virginal para não representar um perigo à sociedade. Felizmente, o projeto foge a esse caminho conservador com um desfecho ambíguo e inteligentíssimo: Bernstein brinca mais uma vez com a linguagem cinematográfica, mais especificamente com o efeito da persistência retiniana – o fato de enxergarmos uma sequência de imagens fixas como se estivessem em movimento, devido à velocidade da alternância dos quadros – para sugerir uma alternância fluida, e interminável, entre os dois lados da mesma menina.

 

Entre fenômeno sobrenatural (a sombra no espelho), manifestação psicológica (o trauma de infância) e questão biológica (os duplos/gêmeos), o filme se abre a uma pluralidade de leituras através desta jornada de emancipação sexual e identitária. Qual é o limite entre a repressão dos desejos necessária à vida em sociedade (não se pode sair matando qualquer um que se deseje, por exemplo) e a repressão nociva à expressão individual? Todos nós temos os dois lados, como a protagonista? Eles precisam ser opostos e excludentes, ou podem conviver um com o outro? Por trás da aparência trash, esta Alice descobre tanto sobre o mundo quanto sobre si mesma a partir do momento em que atravessa o espelho.

Não Olhe
Não Olhe
Não Olhe
Não Olhe
Título original Look Away
IMDb Rating 5.8 13,843 votes
TMDb Rating 5.9 295 votes

Director

Elenco

Compartilhamento2

Títulos Similares

Celebrity Crush
Sem Perdão
A Colina Escarlate
A Freira
Presos no Gelo 3 – O Início
Halloween 4: O Retorno de Michael Myers
Vozes do Passado
Reencontro Mortal
Animais Fantásticos e Onde Habitam
Alvo Triplo
Máquina da Vingança
The Sinners

Deixe um comentário

Name *
Add a display name
Email *
Your email address will not be published