What's happening?

Vídeo 133 Views Report Error

  • Watch trailer
  • DUBLADO
Mark Felt: O Homem que Derrubou a Casa Branca

Mark Felt: O Homem que Derrubou a Casa Branca

Sep. 28, 2017USA103 Min.PG-13
Your rating: 0
6 1 vote

Sinopse

Mark Felt: O Homem que Derrubou a Casa Branca

O filme narra a trajetória de Mark Felt, vice-presidente do FBI que, em segredo e usando o nome fictício de “Deep Throat” (Garganta Profunda), foi informante dos jornalistas Bob Woodward e Carl Bernstein, do jornal Washington Post. As informações divulgadas contribuíram para o desfecho do famoso escândalo de Watergate, responsável pela renúncia do então presidente americano Richard Nixon.

Crítica

Em maio de 2005, mais de três décadas após o escândalo político conhecido como Watergate, a identidade do Garganta Profunda, informante dos jornalistas Bob Woodward e Carl Bernstein, enfim foi revelada. Mark Felt, um dos caciques do FBI à época, era quem repassava detalhes a respeito do envolvimento do presidente Richard Nixon no caso aos repórteres. Certamente uma história interessante a ser contada. Por que Felt se tornou o informante misterioso mais famoso da história dos Estados Unidos? Como preservou o segredo por tanto tempo? O que se passava em sua cabeça? O diretor e roteirista Peter Landesman (Um Homem Entre Gigantes, Parkland) tem um rico ponto de vista alternativo em mãos, mas desperdiça-o em trama entediante e picotada que mesmo os mais empenhados fãs da clássica tramoia terão dificuldade em digerir. Mark Felt: O Homem que Derrubou a Casa Branca é uma agonia de escritório que parece durar os trinta anos de tempo de serviço do agente.

 

Quase irreconhecível pela ausência de correria ou arma de fogo e cabelo completamente grisalho, Liam Neeson descansa do posto de action hero interpretando de forma opaca o protagonista. Baseado no livro de memórias em que Mark conta tudo, o filme o mostra como funcionário exemplar que ama mais o FBI do que a própria esposa (Diane Lane), protege J. Edgar Hoover e batalha pela autonomia da agência. Íntegro, contra os métodos ilegais da agência e competente, não tem boa relação com a intrometida Casa Branca e acaba preterido à direção quando o chefe falece. Magoado, dá o troco desobedecendo ordens que não deveria estar recebendo (como deixar de lado a investigação) e alimentando a imprensa. Considerando o envolvimento da família Felt na produção, é até surpreendente que a decepção pela “traição” na promoção seja apresentada como uma das motivações.

 

Sem o cuidado de introduzir apropriadamente os personagens principais do complexo jogo de poder e informação que se desenrola entre FBI, Casa Branca e CIA – nem mesmo o cargo de Felt é imediatamente assimilado –, Landesman dedica inúmeras passagens a diálogos expositivos e repetitivos. O público se vê como os personagens baratinados que respondem com perguntas as perguntas, apenas indo no fluxo. O tempo medido pela proximidade da reeleição de Nixon tampouco ajuda em alguma coisa e estranhamente a relação próxima de Mark e Woodward não existe no filme, cabendo a outro jornalista, Sandy Smith (Bruce Greenwood), o papel de maior receptor de furos.

Mark Felt: O Homem que Derrubou a Casa Branca

Fora do escritório e dos encontros escondidos, Mark Felt é marido silencioso que dança bem e pai preocupado com a filha (Maika Monroe) desaparecida, ligada a grupos radicais de esquerda – o que influencia seu maior crime como diretor, a violação de direitos humanos de associados ao Weather Underground. A contextualização falha na política é ainda pior no âmbito familiar, culminando num trecho constrangedor em que Audrey Felt (Lane) precisa “lembrar” ao companheiro que a herdeira não é vista há um ano. Diane Lane tenta indicar a instabilidade emocional de sua personagem em gestos discretos, mas o longa-metragem não está nem um pouco interessado na vida dessa mulher, relegando a sra. Felt a poucas aparições e tratando como mero detalhe a suposta falta de carinho que ela tem pela filha, questão delicada que merecia maior atenção. Apenas Mark importa e ainda assim não é possível entender no que consiste sua versão “homem de família” e o que ele sente além do amor incondicional que tem por Joan (Monroe).

 

O elenco inflado tem nomes como Noah Wyle, Eddie Marsan, Michael C. Hall, Kate Walsh, Tom Sizemore, Ike Barinholtz, Tony Goldwyn e Josh Lucas em participações que raras vezes rendem mais do que uma cena. Mark Felt: O Homem que Derrubou a Casa Branca narra um evento gigante sem mostrá-lo, preferindo retratar o protagonista mentindo para os colegas do que efetivamente repassando informações. Quando seu dedicado trabalho de destruição por dentro finalmente dá resultado, é de forma nada marcante e vários fatos relevantes são resumidos a linhas de texto antes dos créditos, como a morte de Audrey, a condenação de Felt e a própria confirmação da identidade do Garganta Profunda. A expectativa é por um empolgante novo olhar sobre o Watergate e a realidade é a rotina confusa de um burocrata vingativo determinado a derrubar discretamente o presidente com quem mal tem contato. Apesar de ter a piadinha, jamais chega a ser um homem do presidente, que dirá todos.

Mark Felt: O Homem que Derrubou a Casa Branca
Mark Felt: O Homem que Derrubou a Casa Branca
Mark Felt: O Homem que Derrubou a Casa Branca
Mark Felt: O Homem que Derrubou a Casa Branca
Mark Felt: O Homem que Derrubou a Casa Branca
Mark Felt: O Homem que Derrubou a Casa Branca
Mark Felt: O Homem que Derrubou a Casa Branca
Título original Mark Felt: The Man Who Brought Down the White House
IMDb Rating 6.4 12,077 votes
TMDb Rating 5.9 289 votes

Director

Elenco

Liam Neeson isMark Felt
Mark Felt
Diane Lane isAudrey Felt
Audrey Felt
Maika Monroe isJoan Felt
Joan Felt
Julian Morris isBob Woodward
Bob Woodward
Josh Lucas isCharlie Bates
Charlie Bates
Tony Goldwyn isEd Miller
Ed Miller
Kate Walsh isPat Miller
Pat Miller
Compartilhamento0

Títulos Similares

Blackbird
X-Men: O Confronto Final
Sr. Pig
Sol da Meia
Uma Noite de Crime 5: A Fronteira
Eternal Winter
Victor Frankenstein
Summer: Descobrindo O Meu Lugar
Murmur
O Segredo: Ouse Sonhar
Acrimônia
A Caminho de Casa

Deixe um comentário

Name *
Add a display name
Email *
Your email address will not be published