What's happening?

Vídeo 1422 Views Report Error

  • Watch trailer
  • DUBLADOR
It РCapítulo Dois

It РCapítulo Dois

Você Vai Flutuar de NovoSep. 04, 2019Canada169 Min.R
Your rating: 0
10 4 votes

Sinopse

It РCapítulo Dois

Vinte e sete anos depois dos eventos que chocaram os adolescentes que faziam parte do Clube dos Perdedores, os amigos realizam uma reunião. No entanto, o reencontro se torna uma verdadeira e sangrenta batalha quando Pennywise, o palhaço, retorna.

Crítica

A primeira parte de¬†It – A Coisa, tamb√©m dirigida por¬†Andres Muschietti¬†a partir do livro de¬†Stephen King, surpreendia pela quantidade de elementos que conseguia equilibrar. O roteiro e a montagem apresentavam cada crian√ßa do Clube dos Ot√°rios, seus traumas espec√≠ficos, suas rela√ß√Ķes familiares e como se comportavam dentro do c√≠rculo de amigos. Quando o palha√ßo Pennywise aparecia aos jovens, ajustando-se ao medo espec√≠fico de sua v√≠tima, a tens√£o era intensificada pelo fato de conhecermos os pontos fracos de cada um. O medo¬†sob medida¬†constitu√≠a um dos aspectos mais interessantes do primeiro¬†It, esp√©cie de jornada psicol√≥gica ao amadurecimento dos pr√©-adolescentes. Embora muitos filmes de terror gostem de citar traumas de inf√Ęncia como sintoma da complexidade dos personagens, a produ√ß√£o de 2017 preferia testemunhar o momento em que os traumas acontecem.

 

A sequ√™ncia efetua um salto de vinte e sete anos para descobrir como estes adultos s√£o perturbados pela experi√™ncia com o palha√ßo sangrento. Richie (Bill Hader) utiliza o humor como v√°lvula de escape, Beverly (Jessica Chastain) envolve-se em relacionamentos abusivos, Bill (James McAvoy) se torna um escritor frustrado, incapaz de fornecer um final satisfat√≥rio √†s suas hist√≥rias ‚Äď e √† sua hist√≥ria pessoal, √© claro. Desta vez, a ambi√ß√£o narrativa se torna muito maior, e tanto o roteiro quanto a montagem precisam dosar uma quantidade ainda mais expressiva de subtramas e conflitos.¬†It – Cap√≠tulo Dois¬†precisa apresentar a vida de cada adulto do antigo Clube dos Ot√°rios, mostrar o momento em que cada um recebe o convite para voltar a Derry e combater Pennywise, retratar as dores espec√≠ficas que restaram de d√©cadas atr√°s, as viv√™ncias infantis que n√£o tinham sido reveladas no filme anterior, o encontro de cada personagem com o palha√ßo e os instantes em que os protagonistas se tornam um grupo de amigos novamente. O projeto se imp√Ķe tantas obriga√ß√Ķes que a refinada produ√ß√£o come√ßa a apresentar suas fissuras.

Isso significa que o filme nem sempre resolve a quest√£o do ‚Äúenquanto isso‚ÄĚ, fundamental a narrativas com muitas a√ß√Ķes e personagens simult√Ęneos: o que est√° acontecendo com outros personagens enquanto vejo este aqui? No ter√ßo inicial, Mike (Isaiah Mustafa) se torna o motor da hist√≥ria, convocando os colegas, explicando o perigo do retorno de Pennywise e chamando a todos para efetuar um ritual urgente. As circunst√Ęncias do plano s√£o apresentadas de modo r√°pido demais, e as met√°foras empregadas para representar o perigo ‚Äď a infec√ß√£o por um v√≠rus, o misticismo dos nativos-americanos ‚Äď s√£o lan√ßadas sem real aprofundamento. No ter√ßo central da narrativa, Mike praticamente desaparece, o que dilui a sensa√ß√£o de urg√™ncia no combate ao advers√°rio. A fuga de um personagem de uma institui√ß√£o psiqui√°trica soa abrupta, e o important√≠ssimo espa√ßo de um hotel vazio, esp√©cie de limbo para os protagonistas, √© mal explorado pelo roteiro. O fato de nenhum deles ter tido filhos, pr√≥ximos dos 40 anos de idade, tamb√©m mereceria aten√ß√£o pela conex√£o com seus traumas.

 

Enquanto isso, o projeto encontra tempo consider√°vel para cita√ß√Ķes e autorrefer√™ncias. Uma aguardada participa√ß√£o especial surge em cena relativamente longa; outros filmes de Stephen King s√£o evocados em chave c√īmica, e diversos momentos s√£o inseridos apenas para comparar os personagens adultos √†s vers√Ķes infantis, garantindo que o espectador seja capaz de associar cada crian√ßa √† sua caracteriza√ß√£o futura. Para uma narrativa sobre como os traumas se fazem presentes,¬†It – Cap√≠tulo Dois¬†passa tempo consider√°vel no passado, n√£o para estudar as rela√ß√Ķes com a vida adulta, mas para ressaltar a nostalgia do Clube dos Ot√°rios. Os adultos ganham raras oportunidades de desenvolver a amizade entre eles ‚Äď com exce√ß√£o da √≥tima cena no restaurante chin√™s, que passa da descontra√ß√£o a momentos de puro terror em quest√£o de minutos. Felizmente, o excelente elenco contribui √† tarefa de identifica√ß√£o: os atores adultos foram muito bem escolhidos, tanto por seu talento dram√°tico quanto pela semelhan√ßa com os atores mirins.

 

Al√©m disso, a sequ√™ncia esbanja uma produ√ß√£o bastante competente, com efeitos visuais impec√°veis e um uso de c√Ęmera muito elegante por parte de Muschietti. A cena de abertura ‚Äď uma esp√©cie de curta-metragem por si pr√≥prio, no qual Pennywise ironicamente ‚Äúsalva‚ÄĚ um personagem ‚Äď √© ricamente trabalhada pela ilumina√ß√£o do parque de divers√Ķes, os planos angulados e a fina articula√ß√£o da montagem. O diretor consegue efetuar um uso inteligente de transpar√™ncias e reflexos, a exemplo das cenas com espelhos, dentro da casa abandonada, e do labirinto de vidros. A experi√™ncia de ver algo sem acess√°-lo, ou de testemunhar como¬†voyeur¬†uma morte sem poder impedi-la aparece de maneira eficaz na sequ√™ncia, que ainda encontra met√°foras criativas para o retorno do recalcado ‚Äď vide a presen√ßa de personagens literalmente soterrados em terra, √°gua ou sangue, em representa√ß√£o da dor e do medo tomando conta de sua psique. Enquanto retrato de dist√ļrbios psicol√≥gicos e de feridas n√£o cicatrizadas, o projeto encontra potentes recursos visuais.

It РCapítulo Dois

Pennywise continua sendo um personagem de grande complexidade, primeiro gra√ßas ao trabalho multifacetado de¬†Bill Skarsgard¬†no papel, e segundo por sua pr√≥pria mistura de agress√£o e fragilidade ‚Äď sim, o palha√ßo tamb√©m possui inseguran√ßas. A figura sobrenatural nunca pareceu t√£o humana, t√£o equivalente aos jovens que ele atormenta (como num jogo de espelhos, justamente). No entanto, o perigo representado pelo palha√ßo √© menor neste segundo filme, pois suas apari√ß√Ķes n√£o carregam mais a ambiguidade de antes: sabemos quando Pennywise est√° atacando, em contraste com a tens√£o do primeiro filme, quando as metamorfoses do personagem transitavam lentamente entre o natural e o sobrenatural, entre o real e a ilus√£o. Desta vez, transformadas num espet√°culo mais convencional de efeitos especiais e¬†jump scares, as apari√ß√Ķes do palha√ßo s√£o evidentes, sem grande prepara√ß√£o de clima (at√© porque, para condensar tantas linhas narrativas em menos de tr√™s horas de dura√ß√£o, a montagem parece ter efetuado v√°rias concess√Ķes ao clima e ao tempo do suspense).

 

Talvez a maior transformação do segundo filme diga respeito aos protagonistas: desta vez, eles combatem Pennywise por escolha, e não por instinto de sobrevivência. Antes, os garotos morreriam caso não encontrassem uma saída rápida para o perigo. Agora, eles chegam a Derry por senso de honra, e permanecem no local porque acreditam na necessidade de combater o vilão. As principais vítimas, desta vez, são crianças indefesas e minorias sociais, ao invés dos protagonistas. Deste modo, os adultos traumatizados passam de vítimas a heróis em nome de uma causa maior. A decisão de ficarem em Derry e se exporem ao risco da morte, provavelmente o conflito mais importante do segundo filme, é retratada numa passagem veloz. Mesmo assim, ela constitui a chave que transforma It РCapítulo 2 numa produção um pouco mais convencional do que a anterior. No primeiro contato com Pennywise, vinte e sete anos atrás, havia uma noção de improviso e coletividade na ação dos garotos. Desta vez, a união é fragmentada (em diversos momentos, eles são forçados a se separarem para que os planos deem certo), e a espontaneidade cede espaço ao martírio em prol dos mais frágeis.

 

Atenção: possíveis spoilers a seguir.

 

N√£o por acaso, rumo ao final, um discurso inspirador encoraja o interlocutor a ser ‚Äúverdadeiro, corajoso, a acreditar‚ÄĚ. Trata-se de um recurso solar demais para um filme sobre¬†bullying, homofobia, assassinato de crian√ßas e abuso psicol√≥gico, mas compreende-se que Stephen King e Andy Muschietti tenham optado pelo otimismo e a possibilidade de supera√ß√£o. No entanto, sem compreender exatamente do que os protagonistas est√£o abrindo m√£o em suas vidas atuais ‚Äď conhecemos pouco de suas rotinas pessoais na fase adulta ‚Äď o espectador se torna incapaz de medir o risco das a√ß√Ķes e a consequ√™ncia exata do enfrentamento a Pennywise em sua vida futura. O segundo¬†It¬†se revela uma produ√ß√£o criativa e repleta de belas imagens, muito superior √† m√©dia dos filmes de terror. No entanto, obt√©m mais sucesso na tarefa de evocar traumas de inf√Ęncia do que construir a personalidade para al√©m desses conflitos. Em outras palavras, n√£o consegue conceber que indiv√≠duos problem√°ticos superem seus problemas sem recorrer ao imagin√°rio cinematogr√°fico do hero√≠smo e do sacrif√≠cio.

 
It РCapítulo Dois
It РCapítulo Dois
It РCapítulo Dois
It РCapítulo Dois
It РCapítulo Dois
It РCapítulo Dois
It РCapítulo Dois
It РCapítulo Dois
It РCapítulo Dois
It РCapítulo Dois
Título original It Chapter Two
IMDb Rating 6.5 212,887 votes
TMDb Rating 6.8 3,694 votes

Director

Elenco

Jessica Chastain isBeverly Marsh
Beverly Marsh
James McAvoy isBill Denbrough
Bill Denbrough
Bill Hader isRichie Tozier
Richie Tozier
Isaiah Mustafa isMike Hanlon
Mike Hanlon
Jay Ryan isBen Hanscom
Ben Hanscom
James Ransone isEddie Kaspbrak
Eddie Kaspbrak
Andy Bean isStanley Uris
Stanley Uris
Jaeden Martell isYoung Bill Denbrough
Young Bill Denbrough
Wyatt Oleff isYoung Stanley Uris
Young Stanley Uris
Compartilhamento7

Títulos Similares

Star Light
Van Helsing: O Caçador de Monstros
O Segredo da Massa
Barbie e os Golfinhos M√°gicos
Balkan Line
Sons of ‘Ndrangheta
13 Desafios
Espírito Jovem
12 Heróis
Canastra Suja
Sol da Meia
Nem um Passo em Falso

Deixe um coment√°rio

Name *
Add a display name
Email *
Your email address will not be published