V√≠deo 354 Visualiza√ß√Ķes

  • Watch traileryoutube.com
  • DUBLADOgounlimited.to
  • DUBLADOUnknown resource
Halloween

Halloween

Enfrente seu destino.Oct. 18, 2018USA106 Min.R
Sua avaliação 0
5 1 Voto
O que est√° acontecendo?

Sinopse

Halloween

Uma equipe de document√°rios brit√Ęnica viaja aos EUA para visitar Michael na pris√£o, para uma retrospectiva sobre a noite de terror, mas seu projeto entra em caos e se torna mais interessante quando Michael escapa da cust√≥dia, recupera sua antiga m√°scara e busca vingan√ßa de Laurie, fazendo outras v√≠timas em seu caminho.

Crítica

John Carpenter, figura fundamental do cinema de g√™nero que ajudou a consolidar a febre¬†slasher, j√°¬†declarou¬†que¬†Halloween – A Noite do Terror¬†(1978) n√£o precisava de nenhuma sequ√™ncia e que qualquer esfor√ßo para tentar explicar as inten√ß√Ķes e a personalidade do psicopata Michael Myers √© uma afronta ao esp√≠rito do filme original. √Č curioso e paradoxal que o lan√ßamento de¬†Halloween¬†(2018)¬†‚ÄĒ nada mais, nada menos que o d√©cimo filme da franquia ‚ÄĒ v√° parcialmente ao encontro da fala de Carpenter. Esta refilmagem ignora todas as demais sequ√™ncias e se conecta narrativamente apenas aos eventos do filme original. Al√©m das √≥bvias pretens√Ķes comerciais de capitalizar o vasto lastro cultural da ciness√©rie, h√° neste longa-metragem a inten√ß√£o de restaurar a respeitabilidade da franquia com seriedade e um certo n√≠vel¬† ousadia e rever√™ncia ao filme original.

O resultado n√£o desaponta, embora n√£o seja poss√≠vel colocar o filme nos mesmos termos das diretrizes independentes, corajosas e cheias de personalidade que Carpenter mostrou h√° 40 anos com o primeir¬†Halloween. Naquele contexto, o cineasta conseguiu fazer um filme ic√īnico sobre uma carnificina com relativamente pouco sangue e poucas mortes, mas com um intenso impacto emocional gra√ßas √† cria√ß√£o de uma atmosfera opressiva e tensa (com ajuda de uma excelente trilha sonora assinada por ele mesmo). Levar quase uma hora para mostrar um assassinato em um filme de terror parece inconceb√≠vel para os padr√Ķes de hoje em dia, na era da urg√™ncia das redes sociais e da gratifica√ß√£o r√°pida e imediata. O novo¬†Halloween¬†joga de acordo com as regras do cinema comercial moderno e, por isso, √© claramente menos audaz do que o original. Ainda assim, trata-se de uma confessa homenagem, repleta de divertidas refer√™ncias ao cl√°ssico que permeia o inconsciente coletivo dos f√£s de filmes de terror, um filme que evoca o trabalho de d√©cadas antes de maneira inteligente.

√Č interessante que duas das primeiras v√≠timas do psicopata Michael Myers, tamb√©m chamado de A Forma (The Shape, no original) sejam figuras que tentavam entender o vetor que direciona as a√ß√Ķes mal√©ficas do misantropo vil√£o, que come√ßa o filme preso em um hospital psiqui√°trico. A coisa mais importante sobre este antagonista est√° no que ele representa: o mal em estado bruto e descontrolado. A m√°scara o despersonaliza totalmente. Assim ele j√° n√£o √© mais um sujeito, mas a materializa√ß√£o de medos dos mais intensos. O novo Halloween, dirigido por¬†David Gordon Green¬†(Joe), parece vacilante em alguns momentos por se enveredar por uma investiga√ß√£o totalmente irrelevante sobre a natureza de Michael Myers. O mais importante aqui √© o que o personagem representa em termos psicossociais para as ansiedades que irrompem a paz de um pacato bairro de classe m√©dia de Haddonfield, Illinois. Myers √© a representa√ß√£o de um medo. Uma figura que amea√ßa os conceitos de fam√≠lia e propriedade privada, sustent√°culos do edif√≠cio moral americano.

O novo Halloween enfatiza os efeitos desse medo na vida de Laurie Strode, que quatro d√©cadas depois de ter sobrevivido aos ‚ÄúBabysitter Murders‚ÄĚ √© uma pessoa totalmente ref√©m do trauma. Isolada em uma casa repleta de equipamentos de seguran√ßa pessoal, a protagonista se torna uma verdadeira sobrevivencialista que negligenciou o conforto de sua pr√≥pria vida para estar sempre alerta temendo a imin√™ncia do mal. O transtorno de estresse p√≥s-traum√°tico rendeu √† protagonista dois casamentos fracassados, um v√≠cio em √°lcool, uma vida solit√°ria e a dist√Ęncia de sua √ļnica filha, Karen (Judy Greer), que n√£o suporta as neuroses da m√£e. Karen, por sua vez, √© m√£e de Allyson (Andi Matichak), uma adolescente em fase de descobertas, ou seja, uma v√≠tima protot√≠pica de Michael Myers em¬†Halloween – A Noite do Terror.

A atua√ß√£o de¬†Jamie Lee Curtis, que retorna ao papel de Laurie, √© eficiente em encarnar um sisudez¬†badass, uma¬†estoicidade¬†cool com um toque¬†eastwoodiano. A Forma, o medo definidor da vida de Laurie a reencontra, √© claro, mas n√£o sem antes o filme dedicar um bom tempo a um novo l√©xico de mortes causadas por Myers. As representa√ß√Ķes das mortes s√£o mais sangrentas em 2018 e o n√ļmero de vezes em que elas aparecem tamb√©m √© maior, mas mesmo atendendo a tais demandas modernas, Green consegue evitar o sadismo desproposital e entregar o n√≠vel de viol√™ncia necess√°rio para passar a tens√£o pretendida. Isso n√£o quer dizer que o filme n√£o seja gr√°fico quando necess√°rio ‚ÄĒ h√° uma cabe√ßa decapitada que alude √†s ab√≥boras de Dia das Bruxas ‚ÄĒ, mas o longa tamb√©m n√£o usa o gore como muleta.

Desde que o projeto foi anunciado, ficou claro que o aspecto mais importante deste filme seria a din√Ęmica que estabelecida entre A Forma e Laurie. O que acontece quando a presa rejeita seu lugar na cadeia alimentar? O filme de Green justifica a sua exist√™ncia por mostrar uma v√≠tima que se empodera, no sentido mais literal do termo, de tomar o dom√≠nio de si mesma. De certa forma, √© como se este filme, um terror estrelado por uma personagem feminina quase sexagen√°ria cheia de cenas de a√ß√£o, s√≥ pudesse existir mesmo no contestador ano de 2018. Laurie n√£o precisa mais ser salva por ningu√©m e √© capaz de defender a si mesma e duas gera√ß√Ķes de mulheres de sua fam√≠lia. A dire√ß√£o de Green alterna o balan√ßo entre presa e predador diversas vezes, como quando faz Laurie passar por situa√ß√Ķes que Michael Myers viveu no primeiro Halloween e quando √© dela o rosto oculto no meio das trevas, √† espreita.

Halloween

A figura do psiquiatra Dr. Ranbir Sartain (Haluk Bilginer) acaba sendo uma distra√ß√£o no filme. O personagem ocupa a lacuna que foi do personagem Samuel Loomis com sua obsess√£o por compreender Michael Myers. A puls√£o do Dr. Sartain aponta para uma dire√ß√£o que o filme nunca abra√ßa completamente, que √© a ideia de que a m√°scara de Michael Myers pode passar de pessoa a pessoa. O filme tamb√©m tem um problema de ritmo em seu ter√ßo inicial, quando os passos de Michael Myers s√£o t√£o apressados que o vil√£o parece um personagem de videogame transitando de miss√£o em miss√£o, trocando de roupa e armas no meio do caminho. Al√©m disso, por mais que algumas situa√ß√Ķes sejam bem constru√≠das pelo roteiro e as cita√ß√Ķes ao filme original funcionem bem no clima de homenagem que este projeto apresenta, √© uma pena que falte inspira√ß√£o aos di√°logos.

(Atenção: o próximo parágrafo contém detalhes sobre o desfecho do filme.)

A cena final de¬†Halloween¬†entrega o aguardado acerto de contas com o passado depois quatro d√©cadas de maneira competente. Mesmo com problemas, o trabalho engrandece a mitologia da franquia consciente de que o legado do primeiro filme n√£o precisa de ap√™ndices. No desfecho, nas chamas do redentivo cl√≠max, Green cria uma sequ√™ncia de imagens complementares ic√īnicas. Num glorioso contra-plong√©e, o diretor reavalia a fun√ß√£o das personagens femininas em¬†slashers¬†pouco antes de encerrar um filme no qual o trauma de uma v√≠tima √© mais importante enquanto¬†tem√°tica do que a frieza do algoz. Laurie conseguiu se proteger e manter vivas sua filha e neta. Um corte depois, Michael Myers √© filmado em c√Ęmera alta como um animal que caiu numa armadilha. Mas a luta realmente termina? Como indica a respira√ß√£o ofegante abafada pela macabra m√°scara do psicopata que soa nos cr√©ditos finais, √© preciso que Laurie esteja sempre atenta e forte.
Halloween
Halloween
Halloween
Halloween
Halloween
Halloween
Halloween
Halloween
Halloween
Halloween
Título original Halloween
IMDb Rating 6.5 115,155 votos
TMDb Rating 6.4 2,643 votos

Director

Enredo

Jamie Lee Curtis isLaurie Strode
Laurie Strode
Judy Greer isKaren Nelson
Karen Nelson
Andi Matichak isAllyson Nelson
Allyson Nelson
Will Patton isFrank Hawkins
Frank Hawkins
Sophia Miller isYoung Karen
Young Karen
Nick Castle isThe Shape
The Shape
Haluk Bilginer isDr. Ranbir Sartain
Dr. Ranbir Sartain
Rhian Rees isDana Haines
Dana Haines
Compartilhamentos1

Títulos similares

Na Selva
O Preço da Verdade
P√Ęnico na Floresta 5: Linha de Sangue
Os Mercen√°rios 3
Alvo Triplo
O Segredo de Alcatraz
Dracula: A História Nunca Contada
Poltergeist – O Fen√īmeno
O Internato
Resident Evil: A Vingança
O Ataque do Dente de Sabre
Onde Est√° Segunda?

Deixe seu coment√°rio

Name *
Add a display name
Email *
Seu e-mail n√£o ser√° publicado
Website