What's happening?

Vídeo 286 Views Report Error

  • DUBLADO
Amor e Tulipas

Amor e Tulipas

Jul. 13, 2017UK107 Min.R
Your rating: 0
7 1 vote

Sinopse

Amor e Tulipas

Holanda, século XVII. O artista Jan van Loos (Dane DeHaan) é contratado para pintar o retrato do casal Sandvoort e imediatamente se apaixona pela jovem esposa do rico comerciante, Sophia (Alicia Vikander). Completamente envolvida no tórrido romance e cansada da existência infeliz ao lado do marido, ela decide fugir de casa para viver o amor.

Crítica

Durante o in√≠cio da era moderna houve uma grande especula√ß√£o financeira em cima do cultivo de tulipas. Uma esp√©cie rara de flor, de dif√≠cil cultivo em determinadas regi√Ķes do Velho Continente. O pre√ßo dos bulbos das flores e as apostas em cima das cores que nasceriam acabaram escalonando de forma inacredit√°vel e se tornou o primeiro caso de especula√ß√£o de um mercado financeiro, por mais rudimentar que ele foi.¬†Amor & Tulipas¬†coloca esse evento hist√≥rico como pano de fundo para contar uma hist√≥ria sobre trai√ß√£o e intrigas amorosas.

Sophia é tomada como esposa de um rico comerciante de Amsterdã que desejava ter um filho depois da morte de sua esposa. Os problemas começam quando ela se apaixona pelo pintor contratado para fazer retratos do casal. Paralelamente a isso temos a narrativa da empregada da casa que está apaixonada pelo vendedor de peixe local.

 

Admito que este √© um filme que demora para engrenar. O primeiro ato apresenta a trama geral, mas n√£o cativa no in√≠cio e tem cara de novela padr√£o envolvendo amantes e coisas do g√™nero. Entretanto, se voc√™ der uma chance e se permitir chegar ao segundo ato, logo perceber√° que a trama √© bem mais intrincada e cheia de reviravoltas. A dire√ß√£o de¬†Justin Chadwick¬†trabalha em conjunto com uma equipe de montagem muito boa que faz diferentes n√ļcleos se mesclarem perfeitamente, dinamicamente uma cena chama a outra. Em nenhum momento voc√™ sente que a hist√≥ria est√° fazendo uma pausa para te contar outra coisa, e sim que tudo faz arte do plano geral. Parte disso tamb√©m √© cr√©dito do roteiro que √© baseado num livro da escritora¬†Deborah Moggach. A adapta√ß√£o para o cinema foi feito por¬†Tom Stoppard¬†e pela pr√≥pria autora. Palmas para ela que pegou um evento t√£o especifico da hist√≥ria e utilizou para contar uma hist√≥ria que consegue ser ao mesmo tempo simples e cheia de momentos originais.

 

Christoph Waltz¬†faz o marido de Sophia. Um homem bom, por√©m sem tato e um tanto chato. O t√≠pico burgu√™s tedioso e grosseiro. Ele desempenha esse papel sem grandes dificuldades ao mesmo tempo em que faz uma figura aparentemente simples de forma eficiente.¬†Alicia Vikander¬†(atriz de¬†A Garota Dinamarquesa,¬†Ex Machina¬†e do vindouro filme de¬†Tomb Raider) faz a protagonista que vive o romance proibido, al√©m de toda a tens√£o latente de viver uma mentira absurda em v√°rios n√≠veis.¬†Dane DeHaan¬†faz o pintor apaixonado que est√° disposto a tudo para ter uma vida com sua amada e, felizmente, n√£o cai no estere√≥tipo de artista exc√™ntrico e totalmente emotivo. O hil√°rio¬†Zach Galifianakis¬†faz um personagem c√īmico como √© de se esperar, muito bem por sinal, e¬†Cara Delevingne¬†tem um papel pequeno como a malandra das ruas.¬†Judi Dench¬†tamb√©m possui um papel pequeno, mas que ela desempenha muito bem como √© de se esperar de uma atriz do porte dela.

Amor e Tulipas

Para quem gosta de filmes hist√≥ricos esse √© um dos mais interessantes e √ļnicos justamente por se tratar de um evento t√£o singular da historiografia europeia. Como estudante de hist√≥ria n√£o pude deixar de ficar fascinado como¬†Moggach¬†fez uso da quest√£o das tulipas para contar uma hist√≥ria nada simples envolvendo trai√ß√£o e rela√ß√Ķes extraconjugais. Uma trama que vai muito al√©m de ‚Äúmeu marido n√£o pode descobrir que eu durmo com o pintor‚ÄĚ. √Č aquele tipo de hist√≥ria aonde os personagens v√£o inventando mentiras em cima de mentiras para encobrir as anteriores. Logo voc√™ se pegar√° com o corpo tenso nas situa√ß√Ķes chaves da trama. Aquela sensa√ß√£o cl√°ssica de pensar em voz alta coisas do tipo ‚Äúai meu deus ele vai ver‚ÄĚ, ‚Äúse esconde ali‚ÄĚ e toda a sorte de frases que as senhoras proferem quando est√£o assistindo sua novela favorita. Muito provavelmente voc√™ sentir√° coisas parecidas com o decorrer da exibi√ß√£o.

 

Apesar do primeiro ato ser por vezes mon√≥tono, ele √© eficiente para estabelecer os alicerces da narrativa. Mas temos uma conclus√£o que pode desagradar algumas pessoas. N√£o por algo absurdo ou incongruente com a composi√ß√£o geral do filme, e sim por fazer usos de recursos narrativos comuns e tidos como f√°ceis. Pessoalmente achei tudo bem encaixado, por√©m estou consciente de algumas decis√Ķes fracas, muito mais pela forma de como foram contadas no filme. Talvez no livro elas sejam muito mais bem descritas e forne√ßam uma sensa√ß√£o de completude maior, mas nesta adapta√ß√£o temos uma cara de fim de novela, desta vez num sentido n√£o t√£o positivo.

Amor e Tulipas
Amor e Tulipas
Amor e Tulipas
Amor e Tulipas
Amor e Tulipas
Título original Tulip Fever
IMDb Rating 6.2 18,868 votes
TMDb Rating 6.5 390 votes

Director

Elenco

Alicia Vikander isSophia Sandvoort
Sophia Sandvoort
Dane DeHaan isJan Van Loos
Jan Van Loos
Judi Dench isThe Abbess of St. Ursula
The Abbess of St. Ursula
Christoph Waltz isCornelis Sandvoort
Cornelis Sandvoort
Jack O'Connell isWillem Brok
Willem Brok
Tom Hollander isDr. Sorgh
Dr. Sorgh
Compartilhamento0

Títulos Similares

Hostis
O 12¬ļ Homem
Alegre-se
Crimes Obscuros
The Devil Has a Name
American Pie: O Casamento
Lost Transmissions
Ferry
Como Se Fosse a Primeira Vez
Natal por Escrito
Amores Canibais
Cart√£o de Natal

Deixe um coment√°rio

Name *
Add a display name
Email *
Your email address will not be published