What's happening?

Vídeo 359 Views Report Error

  • Watch trailer
  • DUBLADO
A Caminho de Casa

A Caminho de Casa

Muito pode acontecer até o perdido ser encontradoJan. 10, 2019China96 Min.PG
Your rating: 0
10 1 vote

Sinopse

A Caminho de Casa

Bella √© uma cadelinha especial que vive com Lucas, um estudante de medicina veterin√°ria que trabalha como volunt√°rio em um hospital local. Um dia ela √© encontrada pelo Controle de Animais na rua e acaba sendo levada para um abrigo a 400 milhas de dist√Ęncia de seu dono. No entanto, Bella, extremamente leal e corajosa, decide iniciar sozinha uma longa jornada de volta para a casa, emocionando a todos que cruzam o seu caminho.

Crítica

Os olhos tristes da cadela Bella (voz de¬†Bryce Dallas Howard) contemplam os limites do quintal onde est√° confinada, em uma casa que n√£o conhece, longe de seu lar, na gelada cidade de Denver, a mais de 600 km de dist√Ęncia. Mas quando ouve um comando espec√≠fico¬†‚ÄĒ “vai para casa” ‚ÄĒ, a protagonista n√£o tem d√ļvidas do que fazer: escalar um pequeno tobog√£ de pl√°stico, cuidadosamente posto contra a cerca da casa, pular o pequeno muro de madeira e, enfim, correr livremente pelos campos do meio-oeste americano, na dire√ß√£o dos bra√ßos de seus donos, Lucas (Jonah Hauer-King) e sua m√£e Terri (Ashley Judd).

Este √© o primeiro grande ponto de virada de¬†A Caminho de Casa, drama canino que parece conter, para dizer o m√≠nimo, aproximadamente 10 ideias, totalmente desarm√īnicas entre si, de narrativas envolvendo cachorros que se perdem de seus humanos, e que acompanham a jornada dos animais de volta ao n√ļcleo familiar. Estufado por in√ļmeras subtramas e confuso, o mais novo longa do roteirista¬†W. Bruce Cameron, criador de¬†Quatro Vidas de um Cachorro¬†e¬†Juntos Para Sempre, faz uso de todos os clich√™s poss√≠veis e imposs√≠veis para atingir emo√ß√Ķes nada in√©ditas por meio de di√°logos, cenas e situa√ß√Ķes requentados.

Impulsionado por uma trilha sonora did√°tica e uma narra√ß√£o esquem√°tica¬†‚ÄĒ fator este que n√£o s√≥ destaca Bella negativamente de todos os outros animais, como tamb√©m √© genuinamente enfadonho, com a cachorra-protagonista indicando minuciosamente todos os passos que d√°, deu e/ou pretende dar¬†‚ÄĒ, o longa √© um am√°lgama malsucedido de obst√°culos incongruentes, criados com o objetivo de separar Bella de Lucas. √Č evidente que o filme n√£o existiria sem contratempos, e que ver um cachorro passar por prova√ß√Ķes nas telonas j√° √© garantia de derreter os cora√ß√Ķes mais gelados, mas √© tudo muito¬†absurdo.

A despeito da utilização de uma lei verídica de Denver, que proíbe a circulação de pitbulls na maior cidade do Colorado, o restante dos impedimentos manejados por Cameron e pelo diretor Charles Martin Smith (Winter, o Golfinho) é de uma mais pura ordem surreal. Em sua verdadeira odisseia pelo interior dos Estados Unidos, Bella é atacada por lobos duas vezes, sobrevive a uma avalanche e ainda desenvolve uma relação maternal com um bebê puma computadorizado: o limite da licença poética da ficção em relação à realidade é o seu sucesso, e em A Caminho de Casa toda a jornada de Bella é muito falsa.

O problema, em si, não diz respeito ao material, mas à sua concretização. Se o longa fosse uma animação, por exemplo, o choque entre o que é possível e o que é imaginado não seria tão impactante: afinal, a técnica animada justifica a dissociação de eventos da realidade em relação à ficção exatamente por não guardar uma proximidade imagética e simbólica com o real. Por outro lado, este drama canino live-action prescinde de toda e qualquer conexão com a vida, em uma espécie de tentativa às avessas de provar a validade da lei de Murphy: tudo o que pode acontecer, acontece.

Toda a base da sequ√™ncia de acontecimentos que expulsam Bella de Denver, ali√°s, tamb√©m √© igualmente il√≥gica. A cadela √© levada para um canil por meio da insist√™ncia de um determinado policial, que parece ter como sua exclusiva miss√£o ca√ßar a personagem principal do longa¬†‚ÄĒ a obsess√£o do agente do controle de animais ainda √© ligada a uma esp√©cie de trama auxiliar baseada em quest√Ķes imobili√°rias, que apresenta um “vil√£o” que jamais volta a aparecer no longa. O que justifica as a√ß√Ķes deste personagem, fixado por um s√≥ bicho em uma cidade de mais de 700 mil habitantes e √°rea de 400 km quadrados?

A Caminho de Casa

A resposta √© “nada”, para al√©m, √© claro, das mais pura e simples vontade dos cineastas em transformar esta incongru√™ncia da trama, bem como todas as outras, em um desenvolvimento narrativo consistente e coeso. E como se o desenrolar dos eventos j√° n√£o fosse problem√°tico o bastante, Cameron e Smith ainda parecem tentar inserir um fundo pol√≠tico e social de car√°ter aleg√≥rico √† trajet√≥ria de Bella, que √© alvo de “racismo para c√£es”, nas palavras de Olivia (Alexandra Shipp), no que soa como um ensaio de coment√°rio acerca de algumas das quest√Ķes humanas contempor√Ęneas, como a segrega√ß√£o de etnias marginalizadas.

A quest√£o, entretanto, √© que¬†A Caminho de Casa¬†nunca demonstra substancia√ß√£o dram√°tica o suficiente para fundamentar esta empreitada metaf√≥rica, partindo do pressuposto que era realmente esta a inten√ß√£o dos realizadores. √Č fato consumado¬†‚ÄĒ como provam longas caninos como¬†Ilha dos Cachorros¬†e outras hist√≥rias baseadas na Antropomorfiza√ß√£o de bichos, tais como “A Revolu√ß√£o dos Bichos” (ed. Companhia das Letras), de George Orwell, ou¬†Uma Grande Aventura¬†‚ÄĒ, que os animais podem, de fato, simbolizar aspectos da condi√ß√£o humana, como sempre fizeram as f√°bulas, historicamente protagonizadas por bichos.

A Caminho de Casa, contudo, n√£o decide por qual seara deseja caminhar. N√£o sabe se quer ser cr√≠tico e inteligente, ou se est√° feliz em contentar-se apenas como ve√≠culo para manipular nossas emo√ß√Ķes. Isso, no fim das contas, faz com que o filme expanda-se para todas as dire√ß√Ķes sem conseguir, em um momento sequer, atingir um bom resultado nas diversas estradas que percorre. Como sua protagonista, o longa resulta inteiramente perdido, prejudicado por sua fragilidade e eternamente dependente do olhar terno e sentimental da cadela no centro da trama, a √ļnica coisa realmente verdadeira deste projeto.

A Caminho de Casa
A Caminho de Casa
A Caminho de Casa
A Caminho de Casa
A Caminho de Casa
A Caminho de Casa
A Caminho de Casa
A Caminho de Casa
Título original A Dog's Way Home
IMDb Rating 6.7 15,327 votes
TMDb Rating 6.8 420 votes
Compartilhamento1

Títulos Similares

Eu Receberia as Piores Notícias dos Seus Lindos Lábios
O Homem Que Inventou o Natal
Tommaso
Ron Bugado
Círculo de Fogo
Sister Aimee
Viagem ao Centro da Terra: O Filme
In My Room
Police
Black Mirror – Bandersnatch
Verdade e Honra
Dreamland: Sonhos e Ilus√Ķes

Deixe um coment√°rio

Name *
Add a display name
Email *
Your email address will not be published